A morte de dois amigos


Cristiano Verola emocionou o Brasil ao chorar agarrado à égua de estimação, que precisou ser sacrificada após um acidente. Dias depois, ele foi a vítima de outra tragédia

Da redação / Fotos: Reprodução
redacao@arcauniversal.com

A história que você vai ler agora é de amor entre dois amigos: um ser humano e um animal. E, apesar de bonita, ela não vai ter um final feliz.

Cristiano Verola era um daqueles rapazes apaixonados por animais. Ele, um faxineiro de 28 anos, tinha como animal de estimação uma égua chamada Estrela, adquirida por R$ 1,4 mil, pagos em parcelas. A Estrela de Cristiano tinha 13 anos, uma adolescente, que trabalhava carregando alimento para os porcos da família, em Serrana, no interior de São Paulo.

Às 5h da manhã do dia 21 de junho, o pai de Cristiano, Sebastião Verola, saiu com a égua para buscar a chamada lavagem na cidade. Mas, com a falta de iluminação e a pouca visibilidade da Rodovia Vicinal Mario Titoto, que liga Serrana a Altinópolis, o motorista de um carro, que vinha atrás da carroça, bateu na lateral da charrete, ferindo, sem gravidade, seu Sebastião, mas comprometendo a vida da égua por conta de várias fraturas nas patas traseiras do animal.

Lamento e dor

Antes disso, Cristiano, como em sinal de aviso, ainda quis alertar o pai sobre o perigo na estrada:

– Eu disse: “Pai, não sai com a carroça não, pai. Porque o movimento (de carros) ‘tá’ muito bravo. Espera lá pelas 6h30, que já ‘tá’ sol.” Mas ele foi muito teimoso e aconteceu, né? – lamenta Cristiano, acariciando a égua.

Seu Sebastião foi encaminhado ao hospital, e Estrela precisou ser sacrificada. Cristiano, que perdera a mãe semanas antes do acidente, agarrava-se à égua em desespero e dor pela morte do animal. Porque é nessas horas que bicho parece gente. Entrega sua irracionalidade e instinto em troca do bom trato de um humano. E enquanto os lombos de uns cavalos são calejados pela maldade dos que se dizem gente, há outros que doam totalmente o coração por esses lombos. Foi esse o caso entre Cristiano e Estrela. E foi esse sentimento de amizade e afeto entre os dois que fez o rapaz se debruçar aos prantos no animal e deixar o último adeus, comovendo o coração dos brasileiros, que é bom. Muitas pessoas se mobilizaram para juntar dinheiro e comprar outra égua para o rapaz.

Mas depois que a Estrela de Cristiano se apagou, ele ainda aguentaria 19 dias. Quando lhe pareceu que já estava menos infeliz pela perda da fiel companheira, a morte lhe deu outra rasteira, que desta vez o fez sucumbir.

Uma perda após outra

Na tarde deste domingo (10), ele, sem habilitação, conduzia uma moto; e num cruzamento de uma estrada, o freio, traiçoeiro, o empurrou para a morte, de encontro a um caminhão com cana. E aquela pouca alegria, que até já emergia, se foi bem naquela hora. E nesta história infeliz, sem a égua querida, a mãe amada e agora a própria vida, o que restou à família de Cristiano foi chorar a dor da tragédia pelas vidas perdidas.

Em nota

A Assessoria de Imprensa da prefeitura de Serrana informou que o total arrecadado com as doações para Cristiano e sua família comprarem outro animal foi de R$ 3.370. Uma carroça, que custou R$ 1 mil, será entregue à família nesta quarta-feira (13), juntamente com o restante do dinheiro arrecadado.

Deixe aqui seu comentário, ele é muito importante para nós !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: