A Importância do louvor na Igreja


A COMPREENSÃO DO LOUVOR

 Ministerio de Louvor

Por toda a Bíblia encontramos inúmeras exortações ao louvor, a própria criação é convocada a louvar a Deus.

 A própria criação é convocada a louvar a Deus “Louvai-o, todos os seus anjos; louvai-o, todas as suas hostes!
Louvai-o, sol e lua; louvai-o, todas as estrelas luzentes! Louvai-o, céus dos céus, e as águas que estão sobre os céus!
Louvem eles o nome do Senhor; pois pois “>ele deu ordem, e logo foram criados.Louvem eles o nome do Senhor, pois só o seu
nome é excelso; a sua glória é acima da terra e do céu.” (Sl 148:2-5,13) “Tudo quanto tem fôlego louve ao Senhor.
Louvai ao Senhor!” (Sl 150:6) O Livro dos Salmos no original hebraico é “Hãlal” que significa “louvores. O Livro dos
Salmos é o livro dos louvores, o crente foi salvo entre outras coisas para louvar a Deus ,para servir para Seu louvor.

 Fomos salvos para o louvor da glória da Sua graça”.

“Para o louvor da glória da sua graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado; Ef 1:6 ¨ O crente deve louvar a
“Deus “pela obra da graça de Deus na sua vida ¨ A visibilidade da obra da graça no crente constitui, em si mesmo, um
cântico de louvor à glória da graça de Deus.

“”Fomos salvos para o “louvor da Sua Glória”
“Com o fim de  “sermos para o louvor da sua glória, nós, os que antes havíamos esperado em Cristo; o qual é o penhor
da nossa herança, para redenção da possessão de Deus, para o louvor da sua glória.”  (Ef 1:12,14) Para que o carácter de
Deus e as suas obras sejam louvados em nós.

Fomos salvos para exercitar o louvor a Deus
Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as grandezas daquele
que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; (I Pe 2:9).

¨ Algumas versões traduzem “grandezas” por louvor ¨ Fomos criados ou formados por Deus para O louvar “esse
povo que formei para mim, para que publicasse o meu louvor.” (Is 43:21) ¨ Antes a nossa boca estava fechada e a
nossa língua presa, não tínhamos condições de louvar a Deus, mas agora Deus abriu a nossa nossa “boca e soltou a nossa língua
para o podermos louvar Imediatamente a boca se lhe lhe abriu, e a língua se lhe soltou; louvando a Deus.” (Lc 1:64) ¨
O Senhor promete dar-nos óleo de gozo em vez de pranto e vestidos de louvor em vez de espírito angustiado “a
ordenar acerca dos que choram em Sião que se lhes dê uma grinalda em vez de cinzas, óleo de gozo em vez de pranto,
vestidos de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem árvores de justiça, plantação do Senhor, para
que ele seja glorificado.”(Is 61:3) ¨ O Louvor deve ser uma prática constante e contínua na vida do crente “Por ele,
pois, ofereçamos sempre a Deus sacrifício de louvor, isto é, o fruto dos lábios que confessam o seu nome.” (Hb 13:15)
“Bendirei ao Senhor em todo o tempo; o seu louvor estará continuamente na minha boca.” (Sl 34:1)

PAUTA

II. A FORMA DO LOUVOR

O verdadeiro louvor expressa-se nas seguintes formas:

Através da vida do crente – Do seu carácter, da sua conduta, do seu testemunho “cheios do fruto de justiça, que vem por meio de Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus.” (Fl 1:11) Todo o verdadeiro crente tem em vista o louvor a Deus pelo que faz, diz e pensa

Através da oração – Proferindo palavras que  bendizem e exaltam o Senhor .Tanto pode ser numa língua normal com o entendimento, como pode ser duma forma sobrenatural em espírito, falando noutras línguas. “Porque se eu orar em língua, o meu espírito ora, sim, mas o meu entendimento fica infrutífero. Que fazer, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o espírito, mas também cantarei com o entendimento. De outra maneira, se tu bendisseres com o espírito, como dirá o amém sobre a tua ação de graças aquele que ocupa o lugar de indouto, visto que não sabe o que dizes? Porque realmente tu dás bem as graças,
mas o outro não é edificado.”(I Co 14:14-17)
Quando o crente está cheio do Espírito Santo, por veze não encontra palavras na sua língua para traduzir os sentimentos de louvor a Deus, então começa a louvar ao Senhor em outras línguas, conforme o Espírito Santo lhe concede.

Através do canto – Como forma de inspiração e arte,  pela linguagem poética e pela música “O Senhor é a minha força e o meu escudo; nele confiou o meu coração, e fui socorrido; pelo que o meu coração salta de prazer, e com o meu cântico o louvarei. ” (Sl 28:7)

Através de “cânticos espirituais” – Falando entre vós em salmos, hinos, e cânticos espirituais, cantando e salmodiando ao Senhor no vosso coração, ( Ef5:19). Trata-se de cânticos em “outras línguas” ou “cantar com o espírito” que os crentes podem fazer, duma forma sobrenatural, conforme o Espírito Santo concede, à semelhança do falar em línguas “Que fazer, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o espírito, mas também cantarei com o entendimento.”(I Co 14:15). Neste caso, não se trata de cantar uma letra e música previamente estabelecida, “cantar com o entendimento” mas segundo uma inspiração momentânea, operada pelo carisma do Espírito.

Através das nossas ofertas “No quarto ano, porém, todo o seu o fruto. (Lv 19:24)

louvor1

III. O LOUVOR QUE AGRADA A DEUS

Há um tipo de louvor que não agrada a Deus

“Hipócritas! bem profetizou Isaias a vosso  respeito, dizendo: Este  povo honra-me com os lábios; o seu coração, porém, está longe de mim. Mas em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homem”. (Mt 15:7-9) . Não se pode dizer que seja um autêntico louvor. Tem a aparência de louvor mas na realidade não é. É o louvor dos lábios mas não do coração “Lembravam-se de que Deus era a sua rocha, e o Deus Altíssimo o seu seu “Redentor. Todavia lisonjeavam-no com a boca, e com a língua lhe mentiam. Pois o coração deles não era constante para com ele, nem foram eles fiéis ao seu pacto.” (Sl 78:35-37) d. É o louvor daqueles que sustentam falsos ensinos.

Existe o louvor que agrada a Deus

Brota dum coração unido ao Senhor, nasce duma vida vida “correta baseada na sã doutrina – estar na vontade de Deus Brota duma vida cheia da Palavra de Deus “A palavra de Cristo habite em vós ricamente, em toda a sabedoria; ensinai-vos e admoestai-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, louvando a Deus com gratidão em vossos corações.” (Cl 3:16) “Profiram louvor os meus lábios, pois me ensinas os teus estatutos.” (Sl119:171). ¨O  nosso louvor é correto quando aprendemos a Palavra¨. Para  louvarmos o Senhor correctamente precisamos aprender mais do que música. Precisamos aprender a Palavra ¨ Quando estamos cheios da Palavra Palavra “>melhor podemos louvar ao Senhor ¨ A Palavra deve provocar em nós ou inspirar-nos ao louvor. Brota dum coração sincero.

 “E perguntaram-lhe: Ouves o que estes estão dizendo?  Respondeu-lhes Jesus: Sim; nunca lestes: Da boca de pequeninos e de criancinhas de peito tiraste  perfeito louvor?” (Mt 21:16) “para que aproveis as coisas excelentes, a fim de que sejais sinceros, e sem ofensa até o dia de Cristo; cheios do fruto de injustiça, que vem por meio de Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus” (Fl 1:10-11) . Brota dum coração grato “e, dando ele um salto, pôs-se em pé. Começou a andar e entrou com eles no templo, andando, saltando e louvando a Deus. Todo o povo, ao vê-lo andar e louvar a Deus,” (Act 3:8-9).

IV. O LOUVOR É PARTE INTEGRANTE DA VIDA NORMAL DA IGREJA

“De sorte que foram batizados os que receberam a sua palavra; e naquele dia agregaram-se quase três mil almas;
e perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações. Em cada alma havia temor, e
muitos prodígios e sinais eram feitos pelos apóstolos. Todos os que criam estavam unidos e tinham tudo em comum. E
vendiam suas propriedades e bens e os repartiam por todos, segundo a necessidade de cada um. E, perseverando
unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam com alegria e singeleza de coração, louvando a
Deus, e caindo na graça de todo o povo. E cada dia acrescentava-lhes o Senhor os que iam sendo salvos.” (Act 2:41-47)

V. O LOUVOR FAZ PARTE DO CULTO PENTECOSTAL EDIFICANTE, RICO E EQUILIBRADO

“Que fazer, pois, irmãos? Quando vos congregais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem
interpretação. Faça-se tudo para edificação.”(I Co 14:26).
“Apresentemo-nos diante dele com acções de graças, e celebremo-lo com salmos de louvor.”(Sl 95:2)
1. Salmo – significa o louvor
2. Doutrina – o ensino da Palavra
3. Revelação, língua e interpretação – a manifestação dos dons espirituais

VI. O LOUVOR CONGREGACIONAL, SEGUNDO A BÍBLIA, À LUZ DA EXPERIÊNCIA PENTECOSTAL

A expressão do louvor

Com júbilo, alegria, regozijo;

“E dizei: Salva-nos, ó Deus da nossa salvação, e ajunta-nos, e livra-nos das nações, para que demos graças ao teu santo
nome, e exultemos no teu louvor.”(1Cr 16:35)
“Celebrai com júbilo ao Senhor, todos os habitantes da terra; dai brados de alegria, regozijai-vos, e cantai louvores.”(Sl 98:4)

Em alta voz e em tom festivo;

“Dentro de mim derramo a minha alma ao lembrar-me de como eu ia com a multidão, guiando-a em procissão à casa de
Deus, com brados de júbilo e louvor, uma multidão que festejava.” (Sl 42:4)
O culto não é um velório, mas é uma festa, o culto não é uma formalidade, mas é uma celebração.
“Celebrai com júbilo ao Senhor, todos os habitantes da terra.” (Sl 100:1)

louvor2

Com expressão corporal;

“Suba a minha oração, como incenso, diante de ti, e seja o levantar das minhas mãos como o sacrifício da tarde!”(Sl141:2)
“A ti estendo as minhas mãos; a minha alma, qual terra sedenta, tem sede de ti”(Sl 143:6) Batendo palmas
(Aplaudi com as mãos) todos os povos; aclamai a Deus com voz de júbilo.”(Sl 47:1)
Deus subiu entre aplausos, o Senhor subiu ao som de trombeta.”(Sl 47:5)
Note-se que não se trata de bater palmas para acompanhar o ritmo da música, mas em forma de aplauso
“Louvem-lhe o nome com danças, cantem-lhe louvores com adufe e harpa.”(Sl 149:3)
“Louvai-o com adufe e com danças; louvai-o com instrumentos de cordas e com flauta!”(Sl 150:4)

Este é um assunto, embora não sendo fundamental, é, contudo, polémico e controverso entre nós.
Não obstante, requer a nossa melhor atenção para podermos firmar as nossas convicções com base no contexto bíblico, e não nos nossos preconceitos ou na nossa tradição
Segundo o “Dicionário Internacional de Teologia do Antigo Testamento”, os textos acima mencionados atestam uma
forma aceitável de louvor
O significado, no original, destes textos, segundo o mesmo Dicionário, aponta para uma dança puramente religiosa e
não qualquer outro tipo de dança conhecido

A direção do louvor

O louvor congregacional deve ter a sua direcção própria.

“Matanias, filho de Mica, filho de Zabdi, filho de Asafe, o dirigente que iniciava as acções de graças na oração ( que no começo era o líder do louvor )” (Ne 11:17)
“E os levitas: Jesuá, Binuí,  Cadmiel, Serebias, Judá, Matanias; este e seus irmãos dirigiam os louvores.”(Ne 12:8)
“com também Maaséias, Semaías, Eleazar, Uzi, Jeoanã, Malquias, Elão, e Ézer; e os cantores cantavam, tendo Jezraías por dirigente.” (Ne 12:42)
Na congregação de Israel, havia uma classe de levitas que se ocupava, entre outras coisas, com a direcção do louvor.
Assim também deve haver na Igreja um ministério próprio para dirigir o louvor especialmente numa Igreja já formada, isso é deveras muito importante e absolutamente necessário

Na direcção do louvor deve estar alguém com capacidade espiritual e técnica.

“E Quenanias, chefe dos levitas, estava encarregado dos cânticos e os dirigia, porque era entendido; “(I Cr 15:22)
“Pois  desde a antiguidade, já nos dias de Davi e de Asafe, havia um chefe dos cantores, e havia cânticos de louvor e de ação de graça a Deus.”(Ne 12:46)
O louvor não deve ser dirigido de qualquer maneira e por qualquer pessoa.
O serviço para Deus, neste caso o louvor, deve ser feito com excelência, por alguém que seja espiritual, possua o dom da música e do canto, e tenha capacidade de liderança.
Durante algum tempo pensou-se que os Pastores não precisavam de preparação técnica (teológica) para servirem a Deus, mas hoje todos reconhecemos a necessidade dos candidatos a Obreiros passarem tempo suficiente numa escola, afim de exercerem o seu ministério melhor preparados.
Já é altura de reconhecermos o ministério do louvor e termos líderes bem preparados para o exercer.

Embora o louvor deva ser espontâneo, necessita ter uma preparação tão bem cuidada como a pregação.

O louvor não pode ser uma mera cantoria, isto é, uma repetição de coros e hinos sem qualquer sentido, resultado da falta da necessária preparação, que são cronometrados e interrompidos de qualquer maneira , no culto, é tão importante o louvor e a adoração como a pregação.
“Alguns confundem falta de preparação com espontaneidade”.

O conteúdo do louvor

Com palavras

“Porque está escrito: Por minha vida, diz o Senhor, diante de mim se dobrará todo joelho, e toda língua louvará a Deus.” (Rm 14:11)” e para que os gentios glorifiquem a Deus pela sua misericórdia, como está escrito: Portanto eu te louvarei entre os gentios, e cantarei ao teu nome.”(Rm 15:9).
Palavras que confessam o Nome do Senhor – quem o Senhor é
“Por ele, pois, ofereçamos sempre a Deus sacrifício de louvor, isto é, o fruto dos lábios que confessam o seu nome.”(Hb 13:15)
Palavras que confessam os actos poderoso de Deus como resultado do Seu amor, graça e misericórdia para o crente.

ill%20musical%20note

Com música e canto

“E Davi ordenou aos chefes dos levitas que designassem alguns de seus irmãos como cantores, para tocarem com instrumentos musicais, com alaúdes, harpas e címbalos, e levantarem a voz com alegria.”(I Cr 15:16)
“Quando os trombeteiros e os cantores estavam acordes em fazerem ouvir uma só voz, louvando ao Senhor e dando-lhe graças, e quando levantavam a voz com trombetas, e címbalos, e outros instrumentos de música, e louvavam ao Senhor, dizendo: Porque ele é bom, porque a sua benignidade dura para sempre; então se encheu duma nuvem a casa, a saber, a casa do Senhor.”(II Cr 5:13)
“Louvai ao Senhor, porque o Senhor é bom; cantai louvores ao seu nome, porque ele é bondoso.”(Sl 135:3)
“Louvai ao Senhor com harpa, cantai-lhe louvores com saltério de dez cordas.”(Sl 33:2)
“E os filhos de Israel que se acharam em Jerusalém celebraram a festa dos pães ázimos por sete dias com grande alegria; e os levitas e os sacerdotes louvaram ao Senhor de dia em dia com instrumentos fortemente retinintes, cantando ao Senhor. “(2Cr 30:21)
“Louvai-o ao som de trombeta;  louvai-o com saltério e com harpa! Louvai-o com adufe e com danças; louvai-o com instrumentos de cordas e com flauta! Louvai-o com címbalos sonoros; louvai-o com címbalos altissonantes!  Tudo quanto tem fôlego louve ao Senhor Louvai ao Senhor! (Sl 150:3-6)

O louvor estabelece o trono de Deus.
“Contudo tu és santo, entronizado sobre os louvores de Israel.”(Sl 22:3)

O louvor é também uma forma de dar testemunho perante os não crentes. “Louvar-te-ei, Senhor, entre os povos; cantar-te-ei louvores entre as nações.”(Sl 57:9).

Fazer parte de um grupo onde mostra mais que aparência e profissionalismo é importante. Essa importância não pode elevar o ego de quem participa. Explicando melhor, o grupo de louvor tem que ser visto não apenas como algo essêncial para a igreja, mas também como uma ferramenta auxiliar e espiritual.

A importância do grupo de louvor é grande, pois o grupo auxilia a igreja a “encontrar” Deus através de louvores. Claro, se o grupo for mal orientado e cantando louvores sem ensaio e sem unção, pode ter o efeito contrário, irritando os ouvidos e desconcentrando os membros num momento de adoração.

 Cada instrumento tem sua importância; O baixo é a base, acompanhado da bateria, a guitarra base dá a sustentação ao ritmo, a guitarra solo destoa e a voz enriquece o quadro, um conjunto bem casado. Tá formado o grupo. Mas a  individualidade pode atrapalhar, quando cada um quer tocar a sua maneira ou “do seu jeito” e não casando com os outros instrumentos.

O grupo de louvor tem que buscar a Deus e sentir o desejo de ser adorador. E independente dos estilos musicais (que cada se inclina para seu estilo) no momento da adoração ou da alegria, tem que haver um só estilo.

O grupo de louvor não pode ser um grupo para se mostrar no altar, que toca ou canta bem… Que seja afastado aquele que trás brigas, discórdias e dor de cabeça para o grupo, bem como os faltosos também.

Ninguém num grupo de louvor é insubstituível, até mesmo a liderança.

Cantai ao Senhor um cântico novo. (Salmos 96.1)

louvor2

Que o Senhor Jesus abençoe o seu ministerio, seu sonho e o dom que tens.

About these ads

8 Respostas

  1. obrigado por estas palavras e pelos louvores que Deus lhe conserve assim um abç.

  2. A paz Meu querido!!!

    Mt bom esse estudo, foi falado sobre ele no meu ministério!!!

  3. Gostei muito da Palavra ensinada neste site, creio que esta dentro do contexto da restauração do louvor ,pois o mesmo liberta.Paz do Senhor,é bom poder aprender cada dia mais com os irmãos mesmo distante.

  4. Eu oro pela restauração de todas as coisas, inclusive no ministério de louvor, eu acho interessante algumas pessoas tem chamado para a Palavra, outros na área de evangelismo, mas parece que quase todas as pessoas querem fazer parte do louvor, se formos para a Bíblia veremos que para ministrar no templo os levitas primeiro tinham que ter chamado, unção para isso, capacidade espiritual mas também técnica e ensaio e excelência.
    Muitas pessoas dizem que basta ter um coração de servo para ser louvor, eu creio, também é importante mas por favor orem para que cada um faça a sua parte no corpo e assim muitos conflitos podem ser evitados e a igreja vai crescer como diz uma música da Ludmila; irmão amado eu reconheço o teu chamado.

    • Alguns querem fazer parte tão somente para aparecer! É evidente que todas as criaturas humanas gostam de música, pois temos o DNA de Deus, que ama a música. Deus gosta de ser adorado com louvores. Por ser criação de Deus e possuir o Seu DNA o homem também gosta de música. Agora existem algumas pessoas que possuem dons de louvar, e quando buscam esse aperfeiçoamento, ninguém segura.

      Alexandre Mangueira, Recife 18/09/12

  5. Olá a paz do senhor.
    Otima materia simples e feita com amor e inpiração de Deus creio eu.

    Todos os adoradores devem saber dessas palavras ricas que fazem você voltar a realidade de que existe um Deus que tem que ser Louvado e adorado pois;
    Ele morreu por nós!
    Não perguntou se eu o amaria!
    Ele nos amou sem ser amado!
    Nos deu a vida sem darmos valor a nossa proproa vida!

    Realmente devemos estar cheios da palavra de Deus em nossa vida para que assim possamos louva-lo com mais intimidade e amor….

    Um abraço a todos!

  6. Que Deus continue abençoando este trabalho e te dando condições de tocar esta obra que é um ensinamento maravilhoso para nos cristãos e particularmente gostei muito da materia obrigado e fique na paz e nos falamos no msn fica com Deus

Deixe aqui seu comentário, ele é muito importante para nós !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: