Divórcio entre cristãos


SeparaçãoEntenda o que é certo na visão de Deus

 

Nos últimos tempos, a intolerância entre casais infelizmente tem sido algo bastante comum. O compromisso selado em um altar, diante do homem e de Deus, é esquecido rapidamente quando as dificuldades e lutas começam a surgir. Mas afinal, o que está acontecendo? O que as pessoas não percebem é que quando o Mandamento de Deus não é cumprido, os frutos não se estabelecem. As bênçãos passam a não existir na vida daquele que ignora a Palavra do Senhor. Em Efésios, capítulos 25 e 26, encontramos o seguinte registro: Como, porém, a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo submissas ao seu marido. Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela.”

 Se a mulher não for submissa, o amor do homem naturalmente deixa de existir. Por outro lado, se não há amor do homem por sua companheira, a ponto de dar sua própria vida por ela, certamente a submissão desaparece. Aí está a chave de todo conflito.

Quando marido e esposa deixam de honrar um ao outro, o relacionamento se transforma em uma ficção. Segundo a Bíblia, o divórcio só é permitido em caso de adultério Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher (isso vale também para o homem), a não ser por causa de infidelidade (adultério), e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério (Mt.19:9; 5:28-Mc.10:6-12).Não adulterarás (Êx.20:14). Jesus falou claramente aos judeus quando foi interrogado acerca da separação conjugal e da carta de divórcio permitida por Moisés (Dt.24). Jesus volta lá no princípio (Gênesis) mostrando o propósito do Pai: “O casamento sem separação.

No entanto, Ele mostra um motivo para que esse casamento venha a ter fim.

O adultério é destacado nesta conversa com os judeus e explicado com A possibilidade de perdão, no entanto, nunca pode ser descartada. Se o adúltero se arrepender, nada é mais aplausível do que liberar perdão e lutar para manter o casamento e a família unida.  No caso de viuvez, a Bíblia documenta, em Romanos 7:2-3, que a mulher casada (isso vale também para o homem) está ligada pela lei a seu marido enquanto ele viver; mas, se ele morrer, ela está livre da lei do marido.  De sorte que, enquanto viver o marido, será chamada adúltera, se for de outro homem; mas, se ele morrer, ela está livre da lei, e assim não será adúltera se for de outro marido. “A mulher está ligada enquanto o marido (ou esposa) vive; mas se falecer o marido (ou esposa), fica livre para casar com quem quiser, contanto que seja no Senhor (ICor.7:39). Os viúvos não são obrigados a ficar sozinhos; Deus dá liberdade total para encontrarem outro companheiro cristão, para juntos terminarem a carreira.

Conclusão: a escolha de um companheiro ou companheira não pode ser uma decisão tomada de qualquer maneira, pois trata-se de uma escolha definitiva de extrema responsabilidade. Uma decisão para toda a vida e não uma tentativa de relacionamento para ver se vai dar certo.

 Não se pode esquecer que uma má escolha pode comprometer toda uma vida. Em geral, os divorciados não têm direito de casar de novo, pois Jesus diz que tais casamentos são adúlteros (Lucas 16:18; Marcos 10:9-12).  Adúlteros não participam do reino de Deus (1 Coríntios 6:9-10). O próprio Jesus deu uma exceção a essa regra geral (Mateus 5:32; 19:9).  No caso de uma pessoa se divorciar por causa das relações sexuais ilícitas do seu parceiro, esta pessoa é inocente, sendo o único motivo para a separação conjugal.

Que DEUS os abençoe !!!

About these ads

18 Respostas

  1. O unico pecado imperdoável é o cometido contra o ESPIRITO SANTO, pois quem convence a pessoa do seu pecado é ELE! Se o Espirito é ofendido que poderá convenser o pecador! Todos somos sujeitos a erros em nossa vida cristã, para Deus pecado não tem tamanho nem peso, o odiar um irmão e um assasinato para Deus é o mesmo pacado! Jesus disse que quem se quer olhar para uma mulher e em seu coração cobiçá-la já adulterou com ela. Tem muita gente que condena e apedreja quem comete um adultério mas vive contemplando a ” beleza” das irmãns. O SENHOR não apedrejou a mulher adultera mas a levantou e disse à ela que fosse e não pecasse mais! O PERIGO DO PECADO NÃO É COMETE-LO, MAS CAIR E FICAR CAÍDO NELE! Deus os abençõe!

    • Sua colocação é simplesmente perfeita!

      Todos cometemos pecados e o tempo todo, más ficar envolvido por tal já são outros 1000…

  2. O mesmo acontece quando você é batizado em nome do Pai, Filho e Espírito Santo, não tem como você escrever em um papel (certidão) que você: está separado, desquitado, divorciado do seu batismo. O que em nome do Senhor se é feito, não tem como o homem desfazer.
    Veja essa outra orientação bíblica a respeito do casamento

    No dia do seu casamento quem esta presente é o Senhor, mais no dia da sua separação quem esta presente é o Diabo!

  3. Ola paz do Senhor, fico perplexo ao ler alguns comentarios sobre o divorcio.Em mateus Jesus foi claro no inicio não era assim,hoje já ninguém quer saber o que Deus diz , o importante é ser feliz ,não estou feliz divorcio,QUEM NUNCA PECOU COM O PENSAMENTO, PERGUNTO EU??então, de certeza
    que não havia um casamento se quer,todos pecaram destituidos estão da glória de Deus.Jesus foi claro que aquele que se separar comete adulterio, mas se a pessoa que esta a sofrer por causa do adúlterio,quer se separar, Deus permite para ela ficar LIVRE MAS NÃO PODE MAIS CASAR,É ESTA A VONTADE DE DEUS, AQUILO QUE DEUS UNIO NINGUÉM PODE SEPARAR.É mais facil abrir uma brecha par o diabo separar as pessoas,tem que haver espirito de sacrificio no casamento, quando um esta em baixo o outro ajuda e vice versa cuidado com o que se ensina , o diabo aproveita todas as oportunidades, Nunca é da vontade de Deus o divórcio» NUNCA«Éra contra os seus principios, aquele que se separa se voltar a casar comete adúlterio e o mesmo com a separada,O que se vê em alguns comentadores né a sua inclinação, talvez queiram agradar ás pessoas , por isso se vê tanto divorcio »brechas para o diabo«é mais facil, Eu leio mateus 19 E NÃO CONSIGO INTERPRETAR O SEGUNDO CASAMENTO, o que Jesus quis dizer foi que se uma pessoa esta a sofrer com o seu casamento por causa de adúlterio, e quer se separar então só neste caso é permitido ??mas não autoriza a casar novamente, no final do versiculo de mateus que diz Jesus, á eunucos que nasceram assim, e há aqueles que se tornaram, aueles que se separam, os fariseus entenderam assim repare o que eles disseram , e entenderam? se tal é a condição do homem não canvém se casar, mas PORQUÊ PERGUNTO EU’ ESTA INTERPRETAÇÃO, Por isso Jesus disse nem todos podem aceitar esta palavra, Para terminar eu pergunto aos ditos crentes , se nasceram de novo ,pois quem tem Jesus no coração nunca se ira divorciar,POIS QUEM REINA NO SEU CORAÇÃO É JESUS, E SE ELE REINA ,NUNCA VOCÊ SE SEPARARÁ nunca, nunca, porque ele reina em nós fique em paz

  4. Em Mateus 19:09 o próprio Senhor Jesus está confirmando o divórcio em caso de adultério dentro de um casamento, também admite que a parte ofendida poderá usar de misericórdia e perdoar o adultero(a) e recomeçar o casamento esquecendo o problema que aconteceu. Mas o Senhor disse bem claro que em caso de infidelidade conjugal o divórcio está autorizado, porque quando acontece a traição os laços matrimoniais são rompidos, é aquela história cristal quebrado depois de colado nunca será o mesmo, e então somente o perdão real poderá trazer a paz para o casamento destruido. Então quando não houver como perdoar porque a parte ofendida não consegue tirar aquela mágoa do coração e está sempre relembrando e sofrendo por ter sido vítima do adultério a Palavra de Deus diz que poderá haver um novo casamento, porém aquele(a) que adulterou praticamente está condenado(a) ao inferno se casar novamente. Portando o Sr Jesus quando autorizou o divórcio em caso de adultério assim Ele o fez visando punir aqui nesta terra aquele(a) que cometeu uma crueldade tão grande ao trair o seu conjuge apaixonado, e se o Senhor não permitisse o divorcio em caso de adultério praticamente estaria autorizando o adultério porque muitos iriam trair sem parar baseados no fato que é proíbido o divórcio em caso de adultério. Que Deus abençoe vossas familias.

  5. A Paz seja convosco,acredito que os Príncipios da Palavra de que permanecer,custe o que custar, se o própio Deus diz: Que Ele odéia o divócio, os seu seguidores devem selar pelo o que Ele diz que lhe aborrece,já pensou se vira moda? entre os CristãosVerdadeiros? Como está escrito não devemos servir a dois senhores, o senhor deste mundo odéia o casamento, e se nós acreditamos pela Fé que Jesus é o unico salvador e que quem o tem tem a vida eterna,sem o ver, deveria areditar que Ele é Poderoso para fazer de um casamento destruido,um verdadeiro Manancialde Delícias,mas o que impera e o pecado da falta de humildade no ser humano,e tal pessoa passa a olhar de forma natural o projeto de Deus,e vem a desvalorização dos príncipios estábelecidos desde a criação.em suma a institução a qual sou pastora não apoia recasamento,não importa quem tomou a desisão do divórcio,pois Deus crioou o homem dotado de entendimento,ou seja capaz de saber com quem está se comprometendo a assumir compromisso, e depois quer jogar a culpa a quem?assim fica muito fácil!!! Quem quer defato honrar a Deus vai lutar até o fim, e não vai deixar de cumprir com que se compromrteu,os pastores comprometidos com o reino de Deus devem fazer o que diz a Palavra e não o sístema mundano.um forte abraço.

    • Sou missionária, fui casada 12 anos com um pastor, sempre vivi a palavra preguei e ainda prego e creio em tudo o que foi dito, no entanto fui traida por meu esposo, não uma mas três vezes, tentei aconselhar tanto ele quanto a amante por varias vezes, relevei as duas primeiras infidelidades, hoje ele segue sua vida feliz ao lado da outra moça, eu sigo cuidando da minha filha só, me sentindo abandonada e incapaz de ser amada, este é o propósito de Deus pra mim, se ele é amor só os outros podem viverem bem, e a Pra. acredita ser uma desculpa, um empurra empurra de responsabilidades, se até mesmo me ajoelhei aos pés do meu marido pedindo que não fizesse isso por amor a Deus, a minha filha, ao ministério.
      Oro que Deus poupe todos que são tão severos de um sofrimento tão severo como o que tenho passado.

      • Prezada amiga, peço que apenas confie em Deus, entregue a ele toda situação.
        Ele escolheu trai-lá, apenas o perdoe e siga em frente, afinal ele já foi Pr. e tem total conhecimento da palavra de Deus e sabe que adultério é condenado pelas escrituras.
        Querida, você não deve ficar triste ou pensando que não será mais amada, Deus tem sempre o melhor para seus filhos e não seria diferente com você.
        Você é missionária, leva a palavra de Deus a todos e certamente o diabo é o único que não ficará satisfeito com suas obras.
        Acredite que Jesus estará sempre ao seu lado, independente de qualquer coisa e não fica de cabeça baixa, apenas o mal estará feliz em ve-la assim.
        Se permita a novos relacionamentos, porém ore a Deus e descreva como deverá ser a pessoa que estará ao seu lado para juntos serem felizes.
        Que Deus a abençoe abundantemente.

      • Nao sei se o que eu diser, ajudara’, pois creio que a maioria das igrejas, ensinam erroneamente as Escrituras. Sou divorciada duas vezes, e agora, casei novmente, meu terceiro casamento. Me sinto a melhor do mundo por isso? sou a pior? sou adultera? sera’ que nossas vidas devem ser julgadas e interpretadas pelos homens? quem julga e condena? So’ Deus pode fazer isso, e é Ele tb o nosso advogado. Ninguém tem autorizaçao a fazer isso. Nao sera’ que tudo isso é que naquela época os homens casavam e mandavam embora as mulheres como queriam e por qualquer motivo? claro que precisa de ordem, temos que faer de tudo para nao separar ou divorciar. Mas, se acontece, somos adulteros? e os adulteros nao entrarao no reino dos céus, e quem é que pode dizer quem entrara’ ou nao nos reinos dos céus? tenho o meucoraçao sincero e limpo diante de Deus, nao diante dos homens que ao os primeiros a julgarem as Palavras do Senhor: Nao creio que Deus seja feliz em ve-la nesse sofrimento, e passa tb aos filhos, o meu nao é, graòas a Deus traumatizado, nem feliz. Estuda, é inteligente, e iso porque nunca me senti condenada por Deus, somente pelos homens que interpretam as Escrituras como querem. E se sou adultera e nao entro no reino dos céus, o céu estara’ vazio, pois, infelizmente sempre aconteceu isso. Outra coisa, quem disse que é Deus que nos da’ a pessoa certa a casar, creio que Ele nos predestinou à salvaçao, mas temos a nossa escolha em coisas na vida. Pois, vemos tantos casai que nunca conheceram a Cristo, e envelhecem juntos, pois é o amor que une duas pessoas, claro que Deus capacitou a todo ser a amar. Acho que a senhora esta’ vivendo num abismo sem motivos, sofrimento sem razao. Nao que deva se sentir melhor que ninguém, mas me responda, quem pode se sentir superior a outra? todos pecaram e precisam do perdao de Deus. E quem garante que a maioria desses super crentes em Jesus nunca olharam à mulher alheia ou a uma mulher na rua? se sao assim tao santos, deveriam ja estar no paraiso, nao devem julgar, se um casa, e infelizmente chega ao divorcio, Deus é quem julga, perdoa e salva. Seja feliz, encontre alguém, Dou o amor nos coraçoes para que nao vivessemos numa solidao, depressao!!! Viva uma vida de oraçao a Deus, tire todos esses pensamentos mentirosos que a igreja, e que igreja hoe que vemos, so’ querem tirar o dinheiro do povo. A senhora é fiel a Deus? ama a Deus? entao é Ele que deve julgar, mas tire as raizes, os ensinamentos humanos, Viva, seja feliz e de felicidades aos teus filhos, sendo feliz!!!! Deus nos deu vida, nos chama, nos liberta, pra’ que? pra viver nesse inferno da solidao? é isso que Deus quer aos seus filhos? a salvaçao é individual!!! eu que terei que prestar contas dos meus atos, das minhas escolhas a Ele, e sera’ Ele a julgar!! Tira esse medo da condenaçao!!! Deus nos ama muito mais do que os homens, que parecem que querem nos ver humilhados e sozinhos, mentira de satanas!!! Deus nos ama!! procure um amor, se agarre em Deus!!! A senhora é uma mulher bonita e temente a Deus!! Creia no amor dEle. Deus vos abençoe!!!

    • Relacionamento isso é divino, Deus sempre esteve todos os dias com Adão o que não era suficiente por ver que o homem estava só Ele criou Eva para ficar com Adão e ser sua auxiliadora, esse nosso Deus é maravilhoso, pois sabe das nossas necessidades aqui na terra, te amo meu Deus.

  6. Divórcio significa o dedo do diabo no casamento. Está repreendido em nome de JESUS CRISTO. Amém

  7. A polêmica a respeito do divórcio e do segundo casamento, se são ou não permitidos de acordo com a Bíblia, gira basicamente em torno das palavras de Jesus em Mateus 5:32 e 19:9. A frase “a não ser por causa de infidelidade” é a única coisa nas Escrituras que possivelmente dá a permissão de Deus para o divórcio e segundo casamento. Muitos intérpretes compreendem esta “cláusula de exceção” como se referindo à “infidelidade matrimonial” durante o período de “compromisso pré-nupcial”. Segundo o costume judeu, um homem e uma mulher eram considerados casados mesmo durante o período em que estavam ainda “prometidos” um ao outro. A imoralidade durante este período em que estavam “prometidos” seria a única razão válida para um divórcio.

    Entretanto, a palavra grega traduzida “infidelidade conjugal” é uma palavra que pode significar qualquer forma de imoralidade sexual. Pode significar fornicação, prostituição, adultério, etc. Jesus está possivelmente dizendo que o divórcio é permitido se é cometida imoralidade sexual. As relações sexuais são uma parte muito importante do laço matrimonial: “e serão dois uma só carne” (Gênesis 2:24; Mateus 19:5; Efésios 5:31). Por este motivo, uma quebra neste laço por relações sexuais fora do casamento pode ser razão para que seja permitido o divórcio. Se assim for, Jesus também tem em mente o segundo casamento nesta passagem. A expressão “e casar com outra” (Mateus 19:9) indica que o divórcio e o segundo casamento são permitidos se ocorrer a cláusula de exceção, qualquer que seja sua interpretação. É importante notar que somente a parte inocente tem a permissão de se casar uma segunda vez. Apesar disto não estar claramente colocado no texto, a permissão para o segundo casamento após um divórcio é demonstração da misericórdia de Deus para com aquele que sofreu com o pecado do outro, não para com aquele que cometeu a imoralidade sexual. Pode haver casos onde a “parte culpada” tem a permissão de se casar mais uma vez, mas tal conceito não é ensinado neste texto.

    Alguns compreendem I Coríntios 7:15 como uma outra “exceção”, permitindo o segundo casamento se um cônjuge não crente se divorciar do crente. Entretanto, o contexto não menciona o segundo casamento, mas apenas diz que um crente não está amarrado a um casamento se um cônjuge não crente quiser partir. Outros afirmam que o abuso matrimonial e infantil são razões válidas para o divórcio, mesmo que não estejam listadas como tal na Bíblia. Mesmo sendo este o caso, não é sábio fazer suposições com a Palavra de Deus.

    Às vezes, perdido no meio deste debate a respeito da cláusula de exceção, está o fato de que qualquer que seja o significado da “infidelidade conjugal” , esta é uma permissão para o divórcio, não um requisito para ele. Mesmo quando se comete adultério, um casal pode, através da graça de Deus, aprender a perdoar e começar a reconstruir o casamento. Deus nos perdoou de tão mais. Certamente podemos seguir Seu exemplo e perdoar até mesmo o pecado do adultério (Efésios 4:32). Entretanto, em muitos casos, o cônjuge não se arrepende e nem se corrige, e continua na imoralidade sexual. É aí que Mateus 19:9 pode possivelmente ser aplicado. Muitos também se apressam a fazer um segundo casamento depois de um divórcio, quando Deus pode estar querendo que continuem solteiros. Deus às vezes chama alguém para ser solteiro a fim de que sua atenção não seja dividida (I Coríntios 7:32-35). O segundo casamento após um divórcio pode ser uma opção em alguns casos, mas não significa que seja a única opção.

    Causa perturbação que o índice de divórcio entre os que se declaram cristãos seja quase tão alto quanto no mundo não crente. A Bíblia deixa muitíssimo claro que Deus odeia o divórcio (Malaquias 2:16) e que a reconciliação e perdão deveriam ser atributos presentes na vida de um crente (Lucas 11:4; Efésios 4:32). Entretanto, Deus reconhece que divórcios poderão ocorrer, mesmo entre Seus filhos. Um crente divorciado e/ou que tenha se casado novamente não deve se sentir menos amado por Deus, mesmo que seu divórcio e/ou segundo casamento não esteja sob a possível cláusula de exceção de Mateus 19:9. Freqüentemente Deus usa até a desobediência pecaminosa dos cristãos para executar um bem maior.

  8. Se essa matéria for sua quero copiar.

  9. O divórcio é o sinonimo do dedo do diabo na vida do homem. Tudo que Deus faz, o diabo tende a querer distruir. Tá amarrado capeta.

    • tenho 44 anos e fui casada com pastor por 18 anos, ele porem me traiu com uma jovem e me mandou embora de sua casa com um filho. Fui embora , sem ter pra onde ir fui morar com uma irma de sangue . dormia no chao , pois nao tinha onde dormir eu e meu filho. Passou-se quase cinco anos , conheci um jovem tambem cristao, compramos casa , moveis etc… Hoje quero o divorcio e ele nao quer dar dizendo que ainda me ama. Pergunto: Posso me casar de novo com este rapaz? O meu ex marido diz que nao posso.

      • Pergunta: “O que diz a Bíblia a respeito do divórcio e segundo casamento?”

        Resposta: Em primeiro lugar, independentemente do ponto de vista que se tem a respeito do divórcio, é importante lembrar as palavras da Bíblia em Malaquias 2:16a: “Pois eu detesto o divórcio, diz o Senhor Deus de Israel.” De acordo com a Bíblia, o plano de Deus é que o casamento seja um compromisso para toda a vida. “Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem” (Mateus 19:6). Entretanto, Deus bem sabe que o casamento envolve dois seres humanos pecadores, e por isto o divórcio vai ocorrer. No Antigo Testamento, Ele estabeleceu algumas leis com o objetivo de proteger os direitos dos divorciados, em particular das mulheres (Deuteronômio 24:1-4). Jesus mostrou que estas leis foram dadas por causa da dureza do coração das pessoas, não por desejo de Deus (Mateus 19:8).

      • em outras palavras a biblia ou as escrituras palavras de cristo nos da a resporta.

      • Olá !!!
        Muitos defendem a ideia de que Deus não aceitam o divórcio. Certo, mas Deus chama seus filhos a felicidade.Por tanto o que adiantara você está com um homem que provou que de pastor não tem nada.
        Veste se de pele de cordeiro e no fundo e um lobo.

Deixe aqui seu comentário, ele é muito importante para nós !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: